Nikoguru

Conheça o fluxo de matéria e energia na Ecologia

  • por em 19 de junho de 2021

A energia em um ecossistema é transmitida do organismo mais energético para o menos energético. Essa transmissão de energia é feita de forma unidirecional nos níveis tróficos. Cada nível trófico carrega uma quantidade de energia que será passada ao próximo nível. O primeiro nível trófico é ocupado pelo organismo autotrófico chamado de produtor e nos demais níveis estão os consumidores. Os organismos chamados de produtores, como por exemplo as plantas e algas, são aqueles capazes de produzir moléculas orgânicas para o seu próprio gasto energético (fotoautotrófico, quimiotrófico) e os consumidores são aqueles que produzem suas próprias moléculas orgânicas. A medida em que a energia vai passando do nível trófico mais energético para o menos energético, parte dela vai sendo gasta em cada nível trófico e o que sobra é disponibilizado para o próximo. Esta energia que vai sendo gasta não retorna ao nível trófico anterior, por isso dizemos que o fluxo de energia é unidirecional e não pode ser reciclada.

A matéria, diferente da energia, por meio da participação dos decompositores, tem seu fluxo em várias direções (pluridirecional) e pode ser reciclada. Um vegetal pode utilizar moléculas inorgânicas e transformá-las em orgânicas por meio da fotossíntese, bem como os organismos saprófagos (decompositores) podem utilizar a matéria orgânica e transformá-la em inorgânica. Desse modo, pode-se afirmar que a matéria caminha em vários fluxos diferentes e pode se reciclada.

Pirâmides Tróficas: Produtores e Consumidores

Os produtores são organismos também podem ser chamados de autotróficos ou autótrofos. Comumente foram definidos como os organismos que produzem o seu próprio alimento. Porém essa definição pode ser melhorada: os organismos autotróficos como os vegetais necessitam de uma fonte inorgânica de carbono como o CO2. Essa fonte de CO2 será organificada durante o processo de fotossíntese em uma molécula de glicose para a produção de energia sob a forma de ATP (Trifosfato de Adenosina). Em resumo, pode-se dizer que estes são a base das pirâmides tróficas.

Já os consumidores são também chamados de organismos heterotróficos, ou seja, aqueles que não são capazes de produzir moléculas orgânicas energéticas como a glicose. Assim, eles podem ocupar vários níveis tróficos em uma pirâmide ecológica. As pirâmides ecológicas representam graficamente a estrutura trófica de um ecossistema. Elas podem ser de três tipos: energia, biomassa e de número.

Energia: representa a quantidade de energia em cada nível trófico, conforme exemplo:

Biomassa: representa a quantidade de matéria orgânica em cada nível trófico, conforme exemplo:

Número de indivíduos: representa a quantidade de indivíduos envolvidos em cada cadeia alimentar.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Biologia
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments