Nikoguru

Resumo da Citologia

  • por em 12 de julho de 2021

A citologia é um ramo da biologia que estuda a célula, a menor unidade estrutural que compõe os seres vivos. O termo citologia deriva das palavras gregas kytos (célula) e logos (estudo).

O nascimento da citologia e a invenção do microscópio são fatos relacionados. Em 1663, Robert Hooke cortou um pedaço de cortiça e observou ao microscópio. Ele notou que existiam compartimentos, os quais ele denominou de células.

A partir daí, a citologia começou a desenvolver-se como ciência. O avanço dos microscópios contribuiu para que as estruturas das células fossem observadas e estudadas.

Teoria Celular

O estabelecimento da Teoria Celular foi possível graças ao desenvolvimento da microscopia. A Teoria Celular apresenta postulados importantes para o estudo da Citologia:

  • Todos os seres vivos são constituídos por células;
  • As atividades essenciais que caracterizam a vida ocorrem no interior das células;
  • Novas células se formam pela divisão de células preexistentes através da divisão celular;
  • A célula é a menor unidade da vida.

Tipos de Células

Procariotas: as células procarióticas são primitivas e possuem uma estrutura simples, os organismos que as abrigam são chamados de procariontes. O núcleo desse tipo de célula não é individualizado, pois não há cariomembrana; não possuem organelas membranosas e o material nuclear está disperso no citoplasma. Os organismos que pertencem aos Domínios Bacteria e Archaea (Reino Monera), são procariontes, como as bactérias e as cianobactérias.

Eucariotas: as células eucarióticas, cujo organismo que as abrigam são chamados de eucariontes, apresentam uma estrutura mais completa se comparada com a anterior. O núcleo da célula eucariótica é individualizado; o material nuclear é envolvido pela cariomembrana e possuem organelas membranosas.

Todos os organismos pertencentes aos demais reinos de seres são eucariontes, como os animais (Reino Animal, Animalia ou Metazoa), vegetais (Reino Plantae, Reino Vegetal ou Metaphyta) e os protozoários (Reino Protozoa ou Reino Portista). Os vírus não possuem células, logo não são considerados seres vivos.

Importante: Os animais e vegetais são organismo eucariontes e apresentam poucas diferenças entre suas células.

A Célula Eucariota

As principais partes da célula eucariótica são: membrana plasmática, citoplasma e núcleo celular.

Membrana plástica: também conhecida como membrana celular é uma película que encobre e protege a célula. A membrana possui uma característica muito importante: a permeabilidade seletiva, que regula a entrada e a saída de substâncias pequenas, bloqueando também a passagem de substâncias grandes.

Citoplasma: região delimitada pela membrana plasmática, onde é encontrado o núcleo e as organelas (estruturas que funcionam como pequenos órgãos da célula). Existem muitas organelas no citoplasma, as principais são:

  • Centríolos: pequenas estruturas que participam da divisão celular. Os centríolos também produzem os cílios e os flagelos;
  • Plastos: estruturas membranosas encontradas apenas nas células vegetais, disponíveis nas células como cloroplastos, leucoplastos e cromoplastos;
  • Complexo de Golgi: formado por várias unidades (dictiossomos) e apresenta diversas funções como auxílio no processo de excreção da célula e formação dos lisossomos;
  • Lisossomos: são encontrados apenas nas células vegetais e exercem a função de digestão celular;
  • Mitocôndrias: liberam energia necessária para o trabalho celular;
  • Peroxissomos: liberam enzimas que destroem as moléculas tóxicas;
  • Retículo endoplasmático liso: formado por membrana lipoproteicas, essa estrutura desenvolve várias funções como facilitação das reações enzimáticas, transporte e armazenamento de substâncias;
  • Retículo endoplasmático rugoso: desempenha as mesmas funções do retículo liso, além de ser composto por ribossomos;
  • Ribossomos: produzem as proteínas;
  • Vacúolos digestivos: resultados da fusão de fagossomos com os lisossomos (fagocitose e pinocitose);
  • Vacúolos pulsáteis ou contráteis: realizam a osmorregulação (controle das concentrações de sais nas células);
  • Vacúolos de suco celular ou armazenamento: encontrado geralmente nas células vegetais, essas estruturas saculiformes desempenham funções como armazenamento de substâncias, controle osmótico e manutenção do pH celular.

Núcleo celular: considerado o cérebro da célula, o núcleo geralmente apresenta uma forma esférica e porosa. Também abriga o material genético (DNA) dos organismos unicelulares (uma célula) e multicelulares (mais que uma célula), bem como é o lugar que acontece a reprodução celular.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Biologia
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments