Nikoguru

Guerra Civil Norte-Americana, o primeiro conflito industrializado

  • por em 31 de outubro de 2021

Guerra Civil Norte-Americana, também conhecida Guerra de Secessão ou foi a guerra civil travada entre 1861 e 1865 nos Estados Unidos, durante o governo do republicano Abraham Lincoln, depois de vários estados escravistas do sul declararem sua secessão e formarem os Estados Confederados da América.

Os estados que não se rebelaram ficaram conhecidos como “União”. A guerra teve sua origem na controversa questão da escravidão, especialmente nos territórios ocidentais. Após quatro anos de sangrentos combates que destruíram grande parte da infraestrutura do sul do país, a Confederação entrou em colapso, a escravidão foi abolida, um complexo processo de reconstrução começou, a unidade nacional retornou e a garantia de direitos civis aos escravos libertos iniciaram.

Soldados da União nas trincheiras de Fredericksburg, Virginia (EUA). Industrialização dos estados do Norte garantiram a vitória sobre os estados confederados do sul. (foto: J. Russell, 30 de abril de 1863 – U.S. National Archives)

O conflito foi uma das primeiras verdadeiras guerras industriais. Estradas de ferro, o telégrafo, navios a vapor e armas produzidas em massa foram utilizados intensivamente. A logística da mobilização de fábricas, minas, estaleiros, bancos, transportes e alimentos civis prenunciavam o que iria ocorrer décadas mais tarde na Primeira Guerra Mundial. A Secessão foi a guerra mais mortal na história dos Estados Unidos até os dias de hoje, resultando na morte de cerca de 750 mil soldados e um número indeterminado de vítimas civis.

Gettysburg: um banho de sangue

“A colheita da morte” – milhares de corpos de soldados da União e Confederados estendidos nos campos após a batalha de Gettysburg.
(foto: Timothy H. O’Sullivan – U.S. National Archives, 1863 )

A Batalha de Gettysburg na colina do cemitério foi mais sangrenta de todos os tempos na história norte-americana, estima-se que as baixas chegaram em até 50 mil soldados em apenas três dias de batalha. Os confederados foram liderados pelo general Robert E. Lee e a União pelo general George G. Meade. A vitória do Norte, acelerou a derrocada da Confederação.

Imigração dos Confederados para o Brasil

Festa Confederada ocorre em Santa Bárbara d’Oeste — Foto: Fraternidade Descendência Americana

Após o fim do conflito, em torno de vinte mil confederados imigraram para o Brasil, especialmente no interior de São Paulo, onde fundaram as cidades de Santa Bárbara d’Oeste e Americana. No país, eles ocuparam terras produtivas para o plantio de culturas das quais eles tinham ampla experiência, como algodão, milho e melancia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
História
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments